PUBLICIDADE
Educação

Nova avaliação de professores terá soluções para custos de aulas assistidas

02 | 08 | 2011   20.37H

O ministro da Educação, Nuno Crato, afirmou hoje que o novo modelo de avaliação de desempenho dos professores terá “soluções” para resolver os custos da avaliação externa dos professores.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Numa audição na Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura, Nuno Crato indicou que a avaliação externa – que se traduz nas aulas assistidas – tem “algumas limitações”, só se fazendo “em alguns escalões” e “para quem a requeira”.

Em declarações aos jornalistas no fim da audição, o ministro destacou que “as aulas assistidas têm custos” e que no modelo que o Governo irá apresentar a 12 de agosto “tudo será conhecido”.

O ministro destacou ainda que o trabalho na proposta concreta de modelo de avaliação continua e que essa proposta será depois sujeita a “discussão pública”.

Reiterou que o novo modelo visará, entre outros objetivos, “desburocratizar” o processo de avaliação de desempenho.

Nuno Crato referiu que “nem tudo vai correr tão bem para os [professores] contratados” como o Governo desejaria, mas quis deixar “uma palavra de esperança e trabalho” aos docentes.

“Temos que estar preparados porque estamos com dificuldades”, apontou, apelando aos professores para que “se inscrevam” e garantindo que “as direções das escolas estão a funcionar de forma clara”.

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE