PUBLICIDADE
E.coli

Ajudas aos agricultores deverão ser distribuídas dentro de semana e meia

03 | 08 | 2011   21.35H

A ministra da Agricultura disse hoje no Bombarral que os agricultores portugueses que tiveram prejuízos causados pela epidemia da bactéria E.coli deverão receber “dentro de semana e meia” as ajudas a que se candidataram.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

“Estima-se que dentro de uma semana e meia possa haver esse pagamento aos agricultores que reportaram os seus prejuízos”, afirmou Assunção Cristas aos jornalistas.

A governante adiantou que os agricultores portugueses “vão ser contemplados com a totalidade” das ajudas pedidas: 5,4 milhões de euros dos 227 milhões que a União Europeia atribuiu em compensações pela epidemia a alguns países europeus.

Dos 227 milhões de euros que Bruxelas atribuiu em compensações pela epidemia, Espanha recebe 70,97 milhões, a Polónia 46 milhões, Itália 34,6 milhões, a Holanda 27,18 milhões, a Alemanha 16 milhões, a Bélgica 3,6 milhões e a França 1,6 milhões de euros.

A bactéria E.coli matou 50 pessoas na Alemanha e uma na Suécia. Ignorando inicialmente a origem da epidemia, as autoridades alemãs tinham lançado um alerta sobre lotes de pepinos espanhóis e desaconselhado o consumo de pepinos, tomates e saladas.

Finalmente, a fonte da virulenta e mortífera bactéria foi identificada em sementes germinadas importadas do Egito.

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE