PUBLICIDADE
Ajuda externa

'Troika' impõe genéricos ainda mais baratos

13 | 09 | 2011   20.55H

Os preços dos medicamentos genéricos vão baixar para metade do valor do mesmo medicamento de marca e não apenas 40 por cento como anteriormente acordado, revela uma atualização do memorando da 'troika' hoje divulgado pelo ministério das Finanças.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Antes do acordo para o resgate financeiro firmado entre Portugal e a troika constituída pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia e Banco Central Europeu, os genéricos custavam 65 por cento do valor dos medicamentos de marca.

O texto hoje divulgado não precisa quanto permite esta redução poupar no orçamento do Ministério da Saúde.

Outra alteração do texto do memorando estabelece que vai passar a ser o ministério da Saúde, sugerindo que o possa fazer através do Infarmed, a estabelecer os preços dos medicamentos e não o ministério da Economia, como sucedia até agora, através da Direção-geral das Atividades Económicas.

Ainda em relação aos medicamentos, passa também a ser automática a redução de preços sempre que expira a patente de um determinado composto.

O documento alarga o prazo de entrada em vigor dos cortes de dois terços nas deduções das despesas de saúde do final de setembro para o fim de Outubro.

Saiba mais sobre:
Foto: Luis Aniceto
'Troika' impõe genéricos ainda mais baratos | © Luis Aniceto

3 comentários

  • Será ótimo que os genéricos passem para o máximo de 50% do medicamento de marca MAIS BARATO, mas já vai sendo tempo de os comentadores deixarem de vir para aqui com os palpites e adivinhações que fazem à mesa do café. Sejamos construtivos.
    Justo | 14.09.2011 | 19.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Eles tiram com as duas mãos e querem fazer querer k dão com uma!!! O pobre quando vê muita fartura, desconfia!! Roubam-nos em tudo e põem os genéricos mais baratos!!....Isto trás água no bico!!! Ou é para "inglês" ver ou então, têm alguma substância para k se dure menos tempo e acabarem com a velharia k por aí anda reformada e a outros, estão-lhes já a fazer a cama!!! E O POVO PÁ!!!!
    Jorge Towers Lx | 14.09.2011 | 14.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • vamos começar ver genericos a ficarem esgotados por tempo indeterminado porque as farmaceuticas querem vender os originais nao é a primeira vez que acontece
    anónimo | 14.09.2011 | 10.44Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE