Imigração

Manifesto contesta conotação de mulher brasileira a prostituição

20 | 09 | 2011   21.04H

Várias associações de defesa dos direitos das mulheres e dos imigrantes subscreveram um manifesto, divulgado nas redes sociais e nos 'sites' das organizações, contra a discriminação e o preconceito de que as mulheres brasileiras têm sido alvo em Portugal.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Em declarações à Agência Lusa, a presidente da União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), uma das organizações subscritoras, explicou que o manifesto surge por se ter verificado uma situação generalizada de discriminação das mulheres imigrantes, mas especificamente das mulheres brasileiras, “que são alvo de assédio e de objetificação”.

“Sabemos que de alguns anos a esta parte, as mulheres brasileiras são imediatamente conotadas, pelo facto de serem brasileiras, com serviços ou profissões de trabalho sexual ou prostituição”, sublinhou Maria José de Sousa Magalhães.

A presidente da UMAR defendeu que “ninguém tem o direito de assumir que uma mulher, seja ela quem for, é automaticamente uma prostituta” e apontou que nesta matéria as mulheres brasileiras “são o extremo da objetificação”.

“As mulheres brasileiras, por razões que nós conhecemos do ponto de vista histórico recente e sociológico, têm sido alvo de uma discriminação permanente”, denunciou.

Maria José Magalhães disse ter conhecimento de várias situações em que essa discriminação ocorreu.

“Temos situações de investigadoras que vêm, às vezes até acompanhadas pelo marido, e basta no restaurante abrirem a boca e ver que têm sotaque brasileiro e são imediatamente mal tratadas, alvo de discriminação ou impropérios”, revelou.

As associações subscritoras do manifesto querem que as autoridades portuguesas cumpram e façam cumprir a Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra as Mulheres e lembram o memorando de entendimento assinado entre Portugal e Brasil para a promoção da igualdade de género.

A presidente da UMAR disse que o objetivo é que o manifesto chegue às “autoridades competentes” que podem ter um papel na mudança desta atitude e que as várias organizações subscritoras vão reunir-se para decidir o próximo passo a seguir.

As organizações que apoiam e subscrevem o manifesto são a Associação ComuniDária – comunidade solidária à pessoa imigrante, a UMAR, o Movimento SlutWalk Lisboa e a Coordenação Portuguesa da Marcha Mundial das Mulheres.

Saiba mais sobre:
Foto: 123RF
Manifesto contesta conotação de mulher brasileira a prostituição | © 123RF

26 comentários

  • COM O IMENSO NÚMERO DE DESEMPREGADOS EM TUGAL, AS PORTUGUESAS PODEM SEU VENDER SEU BACALHAU FEDIDO JÁ QUE ATÉ O PRESIDENTE CAVACO SILVA PEDE ESMOLA A DILMA...
    BD | 12.06.2013 | 01.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Esta coisa de preconceito é mesmo muito idade média.Não sei mesmo como pode um país , o mais velho da Europa o rei dos descobrimentos e colonizações ,eu suponho que o nível intelectual deste povo deveria estar muito avançado,esteja ainda tão atrasado no que se refere ao preconceito em relação a um país como o Brasil que por certo não conhecem nem a metade.Sinto pelas prostitutas que estão por aí, e me atrevo a dizer que são umas estúpidas,pois aqui há trabalho,oportunidades e elas não representam uma parte do que realmente são as brasileiras. Trabalhamos muito,enfrentamos ônibus superlotados, enfrentamos a violência,a corrupção escancarada, a saúde publica péssima,e me perguntem o porque de o Brasil nunca ter entrado nos eixos.Talvez porque foi uma colônia de exploração,vieram tomaram a terra dos índios, que hoje estão despatriados, e se vocês não tivessem vindo?outros teriam, talvez melhores, talvez com o propósito de torná-lo um país de fato, não uns parasitas que sugaram tudo o que puderam.Mas estamos crescendo e olha que incrível, ainda sendo um país jovem em relação a Europa, estamos crescendo,prosperando.Mas digo isto apenas para os portugueses que desconhecem esta realidade,certo que não todos.Portugal é um país lindo, e vou um dia conhecê-lo,por certo que não vou baixar minha cabeça para o preconceito que há por estas bandas.Abraços.
    Carolina de Figueiredo | 17.01.2013 | 22.56Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E quanto à mulher brasileira, só faço o seguinte comentário: Graças a Deus, existem mulheres brasileiras. São a doçura em forma de gente. Também faço um apelo aos homens brasileiros: não deixem que as mulheres brasileiras se deslumbrem com o progresso económico do Brasil, porque quando elas tiverem muito dinheiro, temo que também se tornem numas peneirentas como as portuguesas. Em resumo: dêem rédea curta às mulheres...
    Português | 21.09.2011 | 21.55Hver comentário denunciado
  • Esta notícia é uma palhaçada! O jornalista que escreveu isto devia era ter estado quieto. Nós só devemos falar do que sabemos. Existem muitas prostitutas portuguesas que fazem pronúncia brasileira, para disfarçarem o facto de que são portuguesas, e com medo de que as pessoas as possam reconhecer. Além disso, é bom não esquecer que durante os anos 70 e 80, as mulheres (solteiras ou casadas, mas que se divorciavam dos maridos portugueses em França) que imigravam para França também se dedicaram à prostituição. Muitas portuguesas prostituiram-se em Paris. Durante os anos 90 e início desta década, como as mulheres tinham muito dinheiro, pensaram que eram superiores, mas com o desemprego já andam a perder as peneiras todas. A verdade é apenas esta: o dinheiro é melhor afrodisíaco para as mulheres. Elas fazem tudo por dinheiro...
    Português | 21.09.2011 | 21.45Hver comentário denunciado
  • o que mais tem piada é que vejo aqui portuguesas, africanas quase peladas nas ruas, ninguém diz nada, mas se é uma brasileira a vestir-se na mesma forma, ai sim, é prostituta, quer dizer as outras são santa?
    josy | 21.09.2011 | 17.25Hver comentário denunciado
  • Realmente é muito triste ler uma reportagem como esta,principalmente que devemos considerar que nos encontramos o que se chamaria primeiro mundo. NUNCA DEVEMOS JOGAR AS PESSOAS PELA APARÊNCIA, isto aprendir com a minha finada mãe. Claro que a prostituicäo existe em tôdo o lugar do mundo. Mais isto não quer dizer que tôdas as mulheres brasileiras são prostitutas. Ao contrário as mulheres brasileiras estão cada vêz mais se destacando no mundo, é só vê as últimas noticias DE ONDE VÊM A PRIMEIRA MULHER QUE TÊVE O PRIVILÉGIO DE FALAR NA ONU?
    Brasileira vivendo em Portugal | 21.09.2011 | 16.51Hver comentário denunciado
  • HAHAHAHAHA!!!! A reportagem denuncia um preconceito e TODOS os comentários dos leitores são preconceituosos! Altíssimo o nível dos debates em Portugal, e incrível a capacidade de compreensão dos portugueses... Depois reclamam que no Brasil são chamados de burros.
    Gustavo | 21.09.2011 | 15.50Hver comentário denunciado
  • Estarei em Portugal em novembro. Escolhi o país para minhas férias, mas essa matéria me deixou perplexo. Será que terei problemas pois minha esposa irá junto. De repente, mudar o roteiro para a Espanha seria recomendável. Triste notícia!
    Marcio | 21.09.2011 | 12.48Hver comentário denunciado
  • Vanderley, você não passa de um burro desctualizado a maioria das brasileiras são gordas,com as banhas à mostra e para ver isso não precisa ir a Portugal. Você é uma personagem racista e perconceituosa, a maioria das brasileiras tem descência directa ou indirecta de portugueses. Dái tambem haver mulheres bonitas no Brasil mas primeiro vêm as portuguesas. Você está totalmente desatualisado as portuguesas são gostosas e doces como um abacaxi. Eu as adoro Cara actualize sua agenda e verá a diferença. E sim é verdade em Portugal há muitas brasileiras prostitutas, mas também há muita brasileira trabalhadora e honesta. E quanto ás Portuguesas terem bigode se olhe ao espelho e se mire bem. será que você tem bigode?
    Vanderley s. Paulo | 21.09.2011 | 10.08Hver comentário denunciado
  • As mulheres Portuguesas não são feias, não têm bigode e são tremendamente sensuais. Você Vanderley é um desaforado, invejoso e está fora de contexto e completamente desatualizado, além de demonstrar a sua ignorância. não passa de um idiota preconceituoso. Vejo por aqui quilos de mulheres brasileiras, com gordurinha de fora jovens e menos jovens , se elas estão aqui em Portugal também estão. Não são os Portugueses que são racistas nós somos racistas entre nós e temos vergonha disso, daí seu desabafo. Deixe-se de baboseiras homem. Voçê está atrasdo no tempo.
    Nelson .S. Paulo | 21.09.2011 | 09.48Hver comentário denunciado
  • EM PORTUGAL AS BRASILEIRAS SÃO PROSTITUTAS PORQUE AS PORTUGUESAS SÃO TODAS FEIAS E TEM BIGODES AHAHAHHAHA
    Wanderley | 21.09.2011 | 09.31Hver comentário denunciado
  • Não tenho nada contra os brasileiros que vêm para Portugal trabalhar ou estudar de forma honesta e séria, porém um facto é que a grande maioria deles quer ganhar dinheiro rápido, nem que para isso tenha que passar a perna nos Portugueses e nos outros estrangeiros que por cá moram. Por má experiencia pessoal com brasileiros e ciganos estou sempre de pé atrás. Quanto às senhoras são muito simpáticas, liberais e dôces e por isso é que só se ouve falar com sotaque brasileiro nas casas de alterne em Portugal.
    Fernando Maduro | 21.09.2011 | 08.56Hver comentário denunciado
  • Qual é a fruta que o FC Porto usa para ganhar os jogos e consequentemente os campeonatos de futebol em Portugal? Brarsileira ou portuguesa? É que nas escutas do Pinto da Costa que estão no Youtube.com não se consegue perceber.
    Lionel | 21.09.2011 | 04.13Hver comentário denunciado
  • As mais apertadinhas são as japonesas.
    Vítor - Kyoto | 21.09.2011 | 04.05Hver comentário denunciado
  • As mais apertadinhas são as japobesas.
    Vítor - Kyoto | 21.09.2011 | 04.04Hver comentário denunciado
  • nem todas as brasileiras que estão em portugal são prostitutas. se todas as putas de portugal fosse apenas brasileiras, seriam putas apenas as que fazem programas, as que estão na prostitução, mas isso nao quer diser que todas as brasileiras sao putas, pois as que nao estão fazendo programas nao são putas. muitas vezes as brasileiras nao querem assumir esse trabalho aqui no brasil perto de seus familiares, e vao pra aí, aqui no brasil, esse negocio de prostitua é raramente lembrado, e sendo que aí, todos acordam pensando em putas.
    Sérgio | 21.09.2011 | 03.44Hver comentário denunciado
  • O que me faz rir nos brasileiros quando gozam com os portugueses é que se esquecem que se não fossem os portugueses eles não existiriam nem o Brasil existiria. Provavelmente existiriam uns 20 pequenos países no lugar do Brasil e falariam espanhol como o resto da América do Sul e a América Central. ----------- Agora sobre as mulheres brasileira e prostituição. a problemática é outra. Até parece que não havia prostituição antes de termos mais brasileiros em Portugal. Vamos ver se com o agravar da crise o número de prostitutas portuguesas não vai ultrapassar o das brasileiras.. O que se passa é que as brasileiras são mais liberais, dão o rabo com mais facilidade. Mas quando a portuguesa descobre o orgasmo anal, não quer outra coisa. A prostituição é outra coisa. Também temos ucranianas em Portugal, cuidado com as contaminadas de Tchernobyl, aconselho-vos a andarem com um detector de radiações nucleares. Aqui em França há prostitutas de todas as nacionalidades e em todas as actividades, francesas, portuguesas, brasileiras, árabes, etc, etc... Agora começasse a ver cada vez mais estudantes que praticam a prostituição para pagar os seus estudos universitários.
    Taxi Driver Putanheiro | 21.09.2011 | 02.59Hver comentário denunciado
  • No Brasil, as mulheres portuguesas, só por serem portuguesas, são logo consideradas insofisticadas, porcas e feias, inclusivamente acusadas de terem bigode. Os homens portugueses ou luso-brasileiros, alvos constantes de anedotas racistas e de muito mau gosto, são considerados ignorantes e de fraca inteligência, e claro está, também têm todos bigode, o que os torna automaticamente alvo de risada geral. Isto é obviamente luso fobia pura. Em Portugal, as mulheres brasileiras estão por toda a parte, incluindo nas lojas e nas universidades, mas também nos bares de alterne e outros locais semi-clandestinos de prostituição, onde há sempre uma enorme percentagem de brasileiras. Isto é facto.
    JM | 21.09.2011 | 00.44Hver comentário denunciado
  • Por acaso nunca dei uma foda com uma brasileira. Dizem que são do melhor como as cabritas. Putas loucas que gostam de levar nele. Alias eu ate acho mal chamar-lhes putas, elas são tão vacas que levam por prazer, até de graça a malta la podia ir. Para elas o que interessa é pau na rata !!!!
    ANTICRISTO | 20.09.2011 | 23.26Hver comentário denunciado
  • Eu ate conheço um restaurante de picanha (brasileiro) que ao fim da noite da cobertura a este putedo. Tem umas mesas reservadas ao canto, e ao fim da noite é ve-las a chegar, putas bem boas, é cada vaca, e os gajos a irem para as mesas a combinar a foda. E o que eu ouvia era sotaque brasileiro !!!!!!!
    ANTICRISTO | 20.09.2011 | 23.24Hver comentário denunciado
  • São putas e MESTRAS!!!!! Quase todos os dias se ouvem noticias de putedo brasileiro que é repatriado. E as que nao sao é porque dao o pito de graça aos gajos do SEF...... Olha eu bem gostava de montar uma dessas putas brasucas mas das malucas mesmo... tenho é medo da sida... foda-se!!!!!
    ANTICRISTO | 20.09.2011 | 23.23Hver comentário denunciado
  • Sejamos coerentes; os tugas são conhecidos em toda a Europa como sendo trolhas ou pedreiros, o que é perfeitamente natural devido a ser essa a actividade predominante entre os nossos emigrantes. É verdade que nem todas as brasileiras o são, mas a maioria ...temos pena!!
    Melgabyte | 20.09.2011 | 22.41Hver comentário denunciado
  • E eu quero o fim da conotação dos portugueses a burros e piadolas que se fazem lá por terras do Brasil, sem esquecer as ridículas mentiras sobre exploração portuguesa no Brasil e revanchismos históricos contra os portugueses de hoje. De caminho, também quero um manifesto contra a utilização de discriminação positiva a favor de não-europeus e o fim do racismo politicamente correcto. Pode ser ou estas porcas hipócritas feministas não aguentam a VERDADE?
    Joel Ferreira | 20.09.2011 | 22.39Hver comentário denunciado
  • Frequento diariamente por motivos académicos um local conhecido pela grande concentração de prostitutas. Ja me apercebi que pelo menos 5 das 7 ou 8 que se costumam reunir naquela zona são brasileiras. A estatistica fala por si! Não é este o país que se guia por estatisticas, e as assume como ponto de partida? Qual a diferença entre esta estatistica ou uma outra qualquer?
    LUCIFER | 20.09.2011 | 22.30Hver comentário denunciado
  • Opá mas ser puta é tão giro...faz um bem danado ao pessoal, vá lá não sejam assim, nós gostamos tanto de putas que até pagamos :)
    Charles | 20.09.2011 | 21.34Hver comentário denunciado
  • É mentira que a maioria delas é puta?? Ide-vos foder... é como as secretarias que acompanham os patrões em viagens ao estrangeiros, ou muitas das enfermeiras que dão grandes fodas com os medicos. La esta o ze portuga a querer tapar o sol com a peneira.
    anticristo | 20.09.2011 | 21.14Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE