PUBLICIDADE
CRIL

Lisboa e Amadora responsabilizam Estradas de Portugal por inundações em Benfica e na Damaia

27 | 09 | 2011   18.46H

As câmaras de Lisboa e da Amadora responsabilizam a Estradas de Portugal (EP), no âmbito das obras da CRIL, pelas inundações que se registaram na zona de Benfica e da Damaia aquando das chuvadas de Abril e Maio.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Segundo o vereador das Obras Públicas da Câmara da Amadora, Gabriel Oliveira, quando a CRIL - Circular Regional Interior de Lisboa foi construída, a EP “tinha a obrigação de fazer um colector na estrada A-da-Maia e não fez”.

Esse coletor vai permitir ligar o grande coletor da Damaia (Amadora) ao colector de Alcântara (Lisboa), indicou.

“Neste momento temos um problema muito sério na Damaia, da responsabilidade da EP, que, quando chove em regime tempestivo, o caudal gerado quer na Amadora quer em Lisboa não tem capacidade para escoar, causando inundações nas casas e nas ruas”, explicou.

Nos meses de Junho e Julho as duas câmaras enviaram cartas à EP e aos ministérios das Obras Públicas e do Ambiente a expor o caso, mas “até agora nada” aconteceu.

“Caso a EP não realize as obras, os SMAS [Serviços Municipalizados de Água e Saneamento] e a câmara vão proceder de outra forma”, disse o vereador, sem especificar quais e afirmando apenas que os responsáveis estão a estudar “todas as formas para que tudo se resolva antes de chegarem às chuvas de inverno”.

Vários moradores e comerciantes de Benfica queixam-se de que estão a ocorrer inundações anormais na freguesia e atribuem-nas à construção da CRIL.

Os moradores e comerciantes lançaram uma petição na Internet para alertar para o problema que conta atualmente com 118 subscritores.

Ainda não foi possível obter esclarecimentos da Estradas de Portugal.

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE