PUBLICIDADE
Incêndios

Fogo ameaça casas e destrói viatura dos bombeiros em Castanheira de Pêra

05 | 10 | 2011   22.07H

As localidades de Palheira e Torgal, em Castanheira de Pêra, estão ameaçadas pelo incêndio que lavra desde o início da tarde naquele concelho, disse à Lusa o comandante dos bombeiros local.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

"A situação está muito complicada. Já se conseguiu evitar que o fogo atingisse Botelhas, mas agora a preocupação é para com as casas em Palheira e Torgal", disse José Domingues.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Castanheira de Pêra adiantou ainda que uma viatura de comando ardeu, mas que não existem feridos a lamentar.

O combate ao incêndio, que possui neste momento duas frentes ativas em povoamento florestal, lavra desde as 13:30 de hoje no concelho de Castanheira de Pêra, distrito de Leiria.

"À partida estava controlado, mas o vento fez as chamas galgarem a estrada onde estavam concentrados os meios de combate ao incêndio e a situação está agora mais complicada", explicou o presidente da Câmara de Castanheira de Pêra, Fernando Lopes, ao início da noite.

Segundo a página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) foram mobilizados para o local 193 bombeiros, 26 elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR e cinco sapadores florestais, num total de 226 operacionais, apoiados por 61 viaturas.

Na última hora foram acionados quatro Grupos de Reforço para Combate a Incêndios Florestais dos distritos de Coimbra, Castelo Branco e Santarém, que se juntam a outros dois que já se encontravam no terreno, oriundos de Leiria.

O incêndio em Castanheira de Pêra é um dos 16 ativos no continente, dois dos quais - nos concelhos de Tondela e Vinhais - estão em destaque na página da Proteção Civil e encontram-se ainda por dominar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE