PUBLICIDADE
Madeira/Eleições

José Manuel Coelho não estava à espera de tanto e vai opor-se ao plano de resgate

09 | 10 | 2011   21.43H

O cabeça de lista do Partido Trabalhista Português (PTP), José Manuel Coelho, afirmou hoje que não estava a espera de eleger três deputados nas eleições legislativas que hoje decorreram na Madeira

Destak/Lusa | destak@destak.pt

“Não estava a espera de tantos votos, estava à espera de eleger dois deputados”, disse José Manuel Coelho à agência Lusa.

O candidato salientou que “o apoio popular que tinha indiciava isso, mas como as vitórias só se ganham dentro do campo, estava à espera para ver”.

“As minhas perspetivas concretizaram-se”, declarou, acrescentando que “agora com um grupo parlamentar o partido tem melhores condições de luta para ajudar o povo madeirense”.

José Manuel Coelho adiantou que o novo lema do PTP será “impedir que o plano de resgate funcione na Madeira”.

“Se eles quiserem aumentar os bens essenciais aos madeirenses vamos fazer um combate frontal contra isso e unir toda a oposição contra essa pretensão”, frisou ainda.

O também vice-presidente do PTP realçou que esta força política que se estreou nestas eleições legislativas regionais vai “combater as pretensões de Alberto João Jardim porque ele vai aplicar o plano de resgate” nesta região.

José Manuel Coelho declarou que o PTP vai “agradecer aos madeirenses zelando pelos interesses da região”.

“O primeiro-ministro, junto com o PSD local, vai querer impor o plano de resgate e nós vamo-nos opor e se possível, levando o povo da Madeira e Porto Santo a fazer desobediência civil, ninguém paga os impostos”, anunciou.

José Manuel Coelho garantiu que se o PSD nacional e regional “quiserem impor o plano de resgate”, o PTP vai opor-se e vai “apelar ao povo para fazer desobediência civil como o Ghandi fez na Índia”.

Nas eleições legislativas regionais que hoje decorreram na Madeira, o PSD obteve maioria absoluta, elegendo 25 deputados, o CDS/PP-M-se tornou a segunda força política, aumentando o seu grupo parlamentar de dois para nove deputados.

O PS perdeu um representante e tem seis elementos, O PTP elegeu três, a CDU ficou sem um deputado e tem apenas um parlamentar.

O PAN também se estreou e elegeu um deputado e o BE perdeu o único representante que tinha.

Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE