PUBLICIDADE
Madeira

Vitória é "nova oportunidade" para "mudar de atitude" na gestão financeira – Secretário-geral do PSD

09 | 10 | 2011   22.32H

O secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, considerou hoje que a vitória dos sociais-democratas da Madeira nas eleições legislativas regionais deste domingo é uma "nova oportunidade" para estes "mudarem de atitude" em termos de gestão financeira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Numa declaração sem direito a perguntas, na sede nacional do PSD, em Lisboa, José Matos Rosa referiu que os sociais-democratas renovaram a maioria absoluta na Assembleia Legislativa Regional da Madeira, mas com uma vitória "das menos folgadas da sua história".

"Por esta razão, o PSD nacional encara o resultado destas eleições com muita humildade, mas também como uma nova oportunidade que é confiada aos sociais-democratas da Madeira para corrigirem os fortes desequilíbrios económicos, financeiros no território e para mudarem de atitude quanto à geração de responsabilidades financeiras futuras", afirmou.

O secretário-geral do PSD acrescentou que "esta tarefa é fundamental" e "deverá passar pela execução de um exigente programa de ajustamento estrutural, a construir entre o futuro executivo regional e o Governo".

Matos Rosa manifestou a confiança do PSD nacional "em todos os agentes regionais vinculados pelos resultados eleitorais", considerando que "saberão estar à altura das responsabilidades num momento em que se exige uma mudança grande das práticas políticas e, assim, o retorno a um caminho de equilíbrio e realismo".

Segundo o secretário-geral do PSD, "este caminho que irá ser trilhado" na Madeira "exige que se preserve o sentido de solidariedade nacional, num momento tão difícil e delicado da região autónoma e do país".

Matos Rosa terminou a sua declaração afirmando que "os madeirenses, como todos os portugueses, têm direito a acreditar que é possível construir uma democracia mais justa para todos e que traga uma verdadeira oportunidade de progresso e desenvolvimento".

Antes, saudou os madeirenses pelo "grande sentido de responsabilidade cívica" com que participaram nas eleições regionais de hoje, "apesar das circunstâncias verdadeiramente excecionais" em que estas ocorreram, "nomeadamente a grave crise orçamental e financeira da região autónoma e as irregularidades cometidas em matéria de reporte financeiro".

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais da Madeira, com 48,56 por cento dos votos, elegendo 25 dos 47 deputados, seguindo-se o CDS-PP, que elegeu nove deputados, e o PS, que elegeu seis.

De acordo com Matos Rosa, os madeirenses mostraram "uma vontade inequívoca de que seja o PSD-Madeira o partido a governar nos próximos quatro anos a região", mas é preciso "reconhecer que esta vitória do PSD-Madeira é uma das menos folgadas da sua história".

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE