PUBLICIDADE
Aveiro

Youth@Work quer incentivar jovens portugueses a criarem empresas

15 | 10 | 2011   16.42H

O evento Youth@Work decorre em Aveiro no dia 22 de outubro para incentivar os jovens portugueses a criarem as próprias empresas, numa União Europeia onde apenas 2,5 por cento dos jovens trabalham por conta própria.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

Segundo dados do Eurostat, em agosto deste ano havia 5,1 milhões de pessoas com menos de 25 anos desempregadas, o que representava uma taxa de desemprego na União Europeia (UE) de 20,9 por cento, sendo que apenas 2,5 por cento dos jovens na UE trabalham por conta própria, segundo números da organização do Youth@Work, evento promovido pela Comissão Europeia.

“Um empreendedor e um bom gestor, mais do que se pode ensinar numa escola (que também são coisas importantes), é muito a parte da paixão pelo que se faz e muito a parte de valores morais”, explicou à Lusa João Seabra, que aos 30 anos tem a sua própria empresa, a Jump Willy, e em 2009 foi distinguido em Bruxelas com o prémio de Jovem Talento Criativo Europeu.

A par do Youth@Work, acontecem no dia anterior, também em Aveiro, os dias europeus do emprego, onde vão estar representantes de 13 países europeus (da Alemanha à Suécia) para explicar e dar apoio a quem procure trabalhar fora de Portugal, tudo de forma gratuita.

“A mobilidade de jovens não deve ser vista como um elemento negativo, mas como um elemento positivo, já que são mais oportunidades para que as pessoas consigam resolver o seu problema de emprego, mas também uma oportunidade para os países de onde elas saem”, disse à Lusa o presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional, Francisco Madelino, acrescentando que os dados históricos mostram que quem sai do país, tem tendência a regressar.

O Youth@Work, que decorre no Centro Cultural e de Congressos de Aveiro, foi criado no âmbito da iniciativa Juventude em Movimento, tendo começado em Budapeste, na Hungria, em abril e chegando agora a Portugal, onde vai reunir várias entidades e tantos jovens quantos quiserem participar, de modo a fomentar a criação do próprio negócio.

João Seabra, também coordenador do ainda embrionário IdeaLab Diogo Vasconcelos da Universidade Católica Portuguesa, considera que o sucesso de uma empresa deve ser medido mais pela felicidade de quem nela trabalha do que pelas finanças da mesma: "Acredito na utopia que isto gera automaticamente, a médio e longo prazo, um maior sucesso ao nível do que é feito e uma maior saúde financeira à própria empresa".

Parte da Estratégia Europa 2020, o programa Juventude em Movimento procura “apoiar reformas na educação e formação nacionais”, “promover estadias no estrangeiro para estudantes e jovens trabalhadores” e “incentivar os Estados-membros a tomarem medidas de luta contra o desemprego de jovens”.

Saiba mais sobre:

1 comentário

  • a nova fonte do poder não é o dinheiro nas mãos de poucos, mas a informação nas mãos de muitos" ( John Lennon)
    querosaber | 16.10.2011 | 21.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE