PUBLICIDADE
Chuvas

América Central começa a receber ajuda internacional para fazer face às inundações

19 | 10 | 2011   08.36H

A América Central começou na terça-feira a receber ajuda internacional para fazer face ao desastre causado pelas chuvas intensas de mais de uma semana, que causaram mais de 100 mortos e danos materiais avultados.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

A ajuda começou a chegar de Espanha, Taiwan e Nações Unidas e Estados Unidos, entre outros.

Espanha doou estojos de cozinha e higiene para 1.300 famílias em El Salvador, e segundo o embaixador espanhol naquele país, Enrique Ojeda Vila, "participará na reabilitação e reconstrução de infraestruturas", prevendo contribuir com 240.000 de dólares em alimentos e medicamentos.

As Nações Unidas outorgaram 900.000 dólares (655.000 euros) a El Salvador, enquanto a Embaixada de Taiwan doou 300.000 dólares (218.000 euros) e a representação dos Estados Unidos 50.000 dólares (36.000 euros), segundo dados oficiais.

Entretanto a Cruz Vermelha alertou para a possibilidade de agravamento da crise humanitária nos próximos dias em que se prevê mais chuva.

Perante a ameaça de novas chuvas, a Cruz Vermelha pôs em marcha planos de evacuação, e continua a montar abrigos, além de prosseguir com as operações de ajuda aos afetados em toda a região, indicou o organismo em comunicado.

El Salvador, Honduras, Nicarágua, Costa Rica, Guatemala e Panamá estão entre os países mais afetados.

Saiba mais sobre:
Foto: EPA
América Central começa a receber ajuda internacional para fazer face às inundações | © EPA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE