PUBLICIDADE
Benfica

Jesus quer repetir exibição de Basileia e compara adversário a um "relógio suíço"

01 | 11 | 2011   19.21H

Jorge Jesus afirmou hoje que o Benfica precisa de estar "tão forte" como esteve em Basileia para vencer no Estádio da Luz os helvéticos, na Liga dos Campeões de futebol, uma equipa que diz ser como "um relógio suíço".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

"O Basileia é como um relógio suíço. Tem um modelo de jogo e uma ideia de jogo sempre igual, às vezes com jogadores diferentes, mas a ideia está lá sempre", afirmou Jesus na conferência de imprensa de antevisão do encontro da quarta jornada do Grupo C da "Champions".

O técnico "encarnado" enalteceu a exibição da sua equipa no triunfo (2-0) alcançado há duas semanas no campo do Basileia e, apesar de agora jogar no Estádio do Luz, alertou que "só a jogar assim" é que o Benfica poderá voltar a vencer a formação helvética.

"Logo depois do jogo da Suíça avisei que ia ser muito difícil o jogo em Lisboa e é isso que espero. O Basileira tem uma excelente equipa e espero que o Benfica esteja tão forte como esteve em Basileia. Só assim poderá ganhar", considerou.

Por estar castigado com um jogo de suspensão pela UEFA, devido a ter sido expulso do banco em Basileia, Jorge Jesus não vai poder estar no Estádio da Luz a comandar a sua equipa, uma "experiência nova" para o treinador português.

"Infelizmente não posso estar presente. Vou estar a assistir ao jogo no hotel mais próximo do Estádio da Luz. Os meus colaboradores sabem perfeitamente aquilo que têm que fazer. Tenho a máxima confiança e não é por aí que as coisas podem correr mal", referiu o técnico.

Caso vença na quarta-feira, o Benfica garante a qualificação para os oitavos de final da Liga dos Campeões, num grupo em que, à partida, o grande favorito era o Manchester United (a equipa inglesa é segunda classificada com cinco pontos, mais um do que o Basileia).

"Nesta altura, pensava eu estar na posição do Alex Ferguson e não ele na minha, mas ainda não selámos a qualificação. Se vencermos ficamos tranquilos e é óbvio que ajuda o Manchester United, mas o futebol é assim", disse.

Com o defesa esquerdo Emerson castigado, Jorge Jesus disse que ainda não decidiu quem vai substituir o brasileiro, mas admitiu que pode colocar Maxi Pereira nesse lado da defesa, assim como lançar Miguel Vítor ou o jovem Luís Martins, que ainda não fez nenhum jogo oficial pelo Benfica.

"É um jovem, está no primeiro ano de sénior. Tem vindo a ser trabalhado para estas situações e temos muitas esperanças nele. São neste jogos que os jovens são lançados e, quando se afirmam, ficam para sempre", referiu Jesus.

Para o médio Nemanja Matic, que deverá voltar a ocupar o lugar do lesionado Javi Garcia no "onze", o encontro frente ao Basileia será o "mais importante da sua carreira".

"Sou um jogador profissional, adoro jogar futebol e jogar pela primeira vez a titular na Champions é fantástico. Vai ser o jogo mais importante da minha carreira", afirmou o sérvio.

Matic admitiu que os elogios de Jorge Jesus à sua exibição frente ao Olhanense lhe deram "mais confiança", apesar de ainda ter "dificuldades" em entender a língua portuguesa.

"Ainda há coisas que não entendo, mas tenho tido muita ajuda. Estou a aprender português e quando entender bem o português não terei mais dificuldades", concluiu o médio sérvio, que ingressou no Benfica no início desta temporada.

O Benfica defronta o Basileia num encontro agendado para as 19:45 de quarta-feira, no Estádio da Luz, e que terá arbitragem do espanhol Carlos Velasco Carballo.

1 comentário

  • não para quem quer mas para quem pode
    wokussema | 02.11.2011 | 22.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE