PUBLICIDADE
câmbios

Euro cai face ao dólar, batendo mínimos, com referendo na Grécia

01 | 11 | 2011   19.47H

O euro enfraqueceu hoje face ao dólar pelo terceiro dia consecutivo, registando os níveis mais baixos das últimas três semanas, numa reação ao referendo na Grécia sobre o segundo pacote de ajuda ao país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

O euro registou hoje uma cotação mínima de 1,3640 dólares, demonstrando os temores do mercado sobre uma derrota do referendo na Grécia, que possa empurrar o país para fora da zona euro, e que acontece poucos dias depois de os líderes da zona do euro terem fechado um acordo para lidar com a crise da dívida da região.

A moeda também está a ser penalizada pelo facto de, esta semana, o novo presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, presidir à sua primeira reunião da instituição, apenas dois dias após assumir o cargo, levando os investidores a atenções redobradas para perceber as mudanças no discurso sobre o futuro da moeda europeia, introduzidas pelo novo governador.

Pelas 18:20 de Lisboa, a moeda única valia 1,3748 dólares, abaixo dos 1,3923 dólares a que negociava na segunda-feira quase à mesma hora, de acordo com a agência de informação financeira Bloomberg.

O iene desvalorizou hoje face ao dólar, um dia depois o governo japonês ter ido ao mercado cambial vender ienes para limitar a valorização da moeda japonesa, uma intervenção que segunda-feira empurrou o dólar para os 78,95 ienes, quando antes desta intervenção rondava os 75,65 ienes.

Hoje, cerca das 18:20, o iene trocava-se a 78,32 euros, quando segunda-feira à mesma hora se transacionava a cerca de 78 euros. Face ao euro, o iene também desvalorizou durante a sessão de hoje, trocando-se àquela hora a 107,69 euros, contra 108,60 euros à mesma hora de segunda-feira.

5 comentários

  • É a democraCIA k temos!! Continuam a enterrar o País, sem consultar o Povo e depois, quem paga são sempre os mesmos!! De pobre ñ passamos!!! Agora os k enriquecem ilicitamente, é k estão aflitos! O Povo realmente é soberano!! POVO NA RUA!!!
    Jorge Towers Lx | 02.11.2011 | 14.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os pobres não temem. Para eles tanto dá o euro, como o escudo, de pobres não saem. E os pobres neste País são mais de 70%. Por isso Pobres deste País exijam também um referendo para correr com os 5% dos ricos. Acreditem que pior do que o PSD, CDS e PS nos têm feito, não será.
    joao | 02.11.2011 | 00.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Nós não queremos o GANG do PSD a decidir por nós. Também queremos um referendo. Estes assaltantes de Bancos, ladrões, burlões, vigaristas, ladrões e até assassinos, não têm legitimidade para decidir por gente honrada. Vamos lutar até que estes bandidos sejam todos expropriados, presos, julgados e condenados!.
    Vamos lutar até que estes bandidos sejam todos expropriados, presos, julgados e condenados | 01.11.2011 | 21.10Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • QUEM ESTA A PAGAR A PAPANDREU PARA PROVOCAR ESTA CRISE ?
    ACUTILANTE | 01.11.2011 | 20.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Nós não queremos o GANG do PSD a decidir por nós. Também queremos um referendo. Estes assaltantes de Bancos, ladrões, burlões, vigaristas, ladrões e até assassinos, não têm legitimidade para decidir por gente honrada. Vamos lutar até que estes bandidos sejam todos expropriados, presos, julgados e condenados!
    Vamos lutar até que estes bandidos sejam todos expropriados, presos, julgados e condenados! | 01.11.2011 | 20.31Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE