PUBLICIDADE
Funchal

Indignados na Madeira: Ninguém compareceu à manifestação

26 | 11 | 2011   19.02H

Uma professora de música no Conservatório da Madeira, Carla Abreu, que organizou hoje, pela segunda vez, uma manifestação de indignados no Funchal, está "bastante desiludida" com a inércia dos madeirenses.

Destak/Lusa | destak@destak.pt


Carla Abreu lamentou o facto de ninguém ter comparecido ao repto que lançou no facebook para uma concentração de indignados esta tarde no parque de Santa Catarina, no Funchal, contra as medidas lesivas dos direitos dos trabalhadores.

"Estou muito desiludida e sinceramente não percebo como é que as pessoas falam, se queixam e depois não agem", sublinha.

A manifestação foi convocada depois de uma primeira, a 15 de outubro, promovida por Carla Abreu, na sequência do que se passava noutras zonas do país.

Então, como "muitos disseram que não aderiram porque não souberam a tempo, porque foi feito muito em cima da hora, porque não ouviram", a organizadoras decidiu avançar com outra iniciativa do género.

Agora, perante a ausência de particpantes, Carla Abreu recusa voltar a promover ações deste género: "Fico com a minha indignação e cada qual com a sua".

Saiba mais sobre:

10 comentários

  • O "regime" da Madeira não há-de ser pior que o do Egipto, ou o de Londres, ou o de Nova Iorque. Portanto, ou os indignados madeirenses não passam de cobardolazitos que se enconhem por tudo e por nada, ou então não há indignados na Madeira, porque não há grandes razões para indignação. Eu estou mais a crer que se trata do segundo caso.
    MODA INDIGNADA | 28.11.2011 | 12.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quem tem cu tem medo. E depois, quais seriam as consequências, só pelo facto de aparecerem numa coisa dessas? No reino da Madeira é preciso muito cuidado com este tipo de acções, que vão contra o regime instalado.
    o justiceiro | 28.11.2011 | 09.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Isto, é como quem diz! vai dar música a outros.
    josé | 28.11.2011 | 06.07Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os madeirenses têm razão, para quê perder tempo ? Madeirenses são pacíficos.
    anónimo | 27.11.2011 | 20.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Concordo cOm o Sr. Barreira, os madeirenses estão bem treinados, a chibata por lá bate bem
    Indignado | 27.11.2011 | 15.07Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O "tio" JJ . . . ! Tem as "malguinhas" . . . ! Bem "domesticadas" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 27.11.2011 | 13.38Hver comentário denunciado
  • Ora aqui está um modelo exemplar de governação regional. Ninguém está indignado. E, se não há indignados é porque se sentem bem e realizados. Enfim, a cada um a sua indignação ou melhor, o direito à sua não indignação...
    Pitosga | 27.11.2011 | 00.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Como em Portugal os indignados são controlados pelos comunistas, que adoram caos, os cidadãos acabaram por ficar indignados com os "indignados". Por isso não aparecem.
    INDIGNADO | 26.11.2011 | 21.05Hver comentário denunciado
  • Por aqui se ve o tipo de cordeiros, ignorantes e cobardolas que habitam a Madeira.
    Postal de Londres | 26.11.2011 | 19.55Hver comentário denunciado
  • Carla, filha, indignar pode ser quando uma pessoa quiser. Eu então, indigno-me todos os dias. Pensar nos políticos tem sido o meu laxante quotidiano.
    WebDot | 26.11.2011 | 19.48Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE