PUBLICIDADE
Construção

Confederação reúne-se hoje com Passos Coelho para avisar que só há trabalho até março

16 | 01 | 2012   06.41H

A Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) vai hoje dizer ao primeiro-ministro que o setor pode paralisar em março por falta de trabalho, colocando em risco 140 mil empregos.

A audiência com Passos Coelho está marcada para as 11:00 e surge numa altura em que o setor da construção e do imobiliário completou o décimo ano de crise, segundo a CPCI.

Em declarações à Lusa, o presidente da confederação, Reis Campos, disse que a crise do setor "pode atingir proporções insustentáveis" e afirmando que estão "140 mil postos de trabalho em risco".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Março, marçagão . . . ! De manhã inverno . . . ! De tarde verão . . . ! E, as "malguinhas" . . . ! Rejubilam em "êxtase" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 16.01.2012 | 07.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE