Ano judicial

Poupança em arrendamentos vai pagar retorno do Tribunal da Boa Hora - ministra

31 | 01 | 2012   19.27H

A ministra da Justiça garantiu hoje que, em seis meses, conseguiu poupar seis milhões de euros em rendas e que esse é sensivelmente o preço a pagar pela recuperação do Tribunal da Boa Hora para o património do Ministério.

Paula Teixeira da Cruz falava aos jornalistas no final da sessão solene de abertura do ano judicial depois de ter anunciado que o Governo já tem um "acordo de princípio" com a Câmara Municipal de Lisboa para formalizar o regresso do Tribunal da Boa Hora à Justiça.

"O Ministério da Justiça tem já um acordo de princípio com a Câmara Municipal de Lisboa no sentido de, muito em breve, se formalizar o acordo de entrega da Boa Hora, devolvendo-se à Justiça esse lugar simbólico para tantas e tantas gerações de profissionais", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE