PUBLICIDADE
Ambiente

Bióloga portuguesa descobre o animal terrestre mais profundo do mundo

22 | 02 | 2012   18.59H

Insetos primitivos, sem asas e sem olhos, que vivem em total escuridão na gruta mais profunda do mundo, são a mais recente descoberta da bióloga portuguesa Sofia Reboleira.

"A descoberta de vida a semelhante profundidade lança novas luzes sobre a forma como olhamos para a vida na Terra", disse à Lusa a bióloga Sofia Reboleira que, juntamente com Alberto Sendra (do Museu Valenciano de História Natural), descobriu mais quatro novas espécies para a ciência.

São diminutos insetos, desprovidos de asas de olhos, "que vivem na gruta mais profunda do mundo, em total escuridão"e que há milhões de anos desenvolvem mecanismos de adaptação que lhes permitem viver a grandes profundidades.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

4 comentários

  • Ao comentário anterior: Se fosse um cientista, e eu escrevesse "Os Homens são muito inteligentes, não haja dúvida", era sexismo, por isso remova o seu comentário ou denuncio-a por sexismo e discriminação
    anónimo | 22.02.2012 | 20.43Hver comentário denunciado
  • Só é pena não ser economista,o que ela não descobriria nos meandros do governo.
    JCCP | 22.02.2012 | 19.44Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Parabéns Sofia por esta descoberta.
    anónimo | 22.02.2012 | 19.13Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não haja dúvida- que as mulheres são muito inteligentes.
    anónimo | 22.02.2012 | 19.12Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE