Emprego

Já há 1.500 desempregados encaminhados para programas de formação

28 | 03 | 2012   07.00H

O secretário de Estado do Emprego assegurou hoje que o Governo está a apostar numa nova abordagem para que os desempregados adquiram novas competências e encaminhou, no último mês, cerca de 1.500 pessoas para programas de formação.

"A nova abordagem do Governo é assegurar que os desempregados adquiram novas competências", disse Pedro Martins em entrevista à agência Lusa acrescentando que está a ser feita uma "cuidada seleção" de desempregados para serem integrados em unidades de formação para melhorarem as condições de regresso à vida ativa.

"São cerca de 1.500 os desempregados que já estão em processo de encaminhamento para programas de vida ativa", disse o governante referindo que as unidade de formação estão relacionadas com empreendedorismo, tecnologias de informação, para quem tem mais habilitações, e numeracia e literacia, para quem tem menos habilitações.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

6 comentários

  • O IEFP só se preocupa com as pessoas quando as mesmas estão a receber subsidio porque no dia em que acaba já não somos ninguem e esquece-se de nós! da-nos um chuto e manda-nnos para casa, so para não dizer mesmo para a merda! quando não haviam empresas de trabalho temporario haviam empregos e pagavam bem e não havia crise, agora apareceram as empresas de exploração dos trabalhadores, empresas essas que desde a formação até celebrar o 1º contrato e nos despedirem distam 2 a 3 meses, ou seja, nunca recebemos o ordenado, somos despedidos antes disso! São elas a KellyServices, TempTeam, ManPower, Egor, Randstad, Multitempo,Multipessoal,Flexilabor, MyJobs, ForumDigital, AthenaRH, Slot estas nestas condições mas temos outras. Como é o caso da Teleperformance ou Plurimarketing que paga por dia em full time 5€, repito 5€ por dia por 9h de trabalho! Ou a Reditus que a recibos verdes obriga-nnos a trabalhar sem qualquer contrato e muito menos com ordenado base, só oferece as comissões se efectivamente as ganharmos, senão trabalhamos de borla sem direito a nada! Tirando isso, temos as empresas de connsultoria e imobiliarias que so dao quando vendermos uma casa, por exemplo casa de 100000€ recebemos 300€! o que é isto... Eu digo-vos é um pais de merda que ninguem tem maos para pegar nele
    Nuno | 02.04.2012 | 23.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Deixe lá Gabriela, não ligue que o Abreu é daqueles do dá cá o meu...
    CagoNisso | 28.03.2012 | 16.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Caro Senhor!! Deveria ter mais respeito por quem está desempregado...porque se efectivamente há muita gente que nada quer fazer..penso que não é esse o desejo da grande maioria e por mim falo pois há 3 anos que estou desempregada (nem mesmo como empregada de supermercado) e a fazer trabalhos ocupacionais por intermédio do IEFP em troca de uns miseros 86€ somente para ocupar a cabeça!!! Talvez esteja a falar de barriga cheia! Não?
    Gabriela Sotto Mayor | 28.03.2012 | 16.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • 1500 pessoas é obra para um universo de 1500000 pessoas desempregadas. Essas 1500 pessoas devem ser daquelas que recebem subsidio, rendimento minimo e já estiveram nas novas oportunidades com portateis oferecidos, agora deixa andar a mama. Há pessoas que já deviam ser Doutoradas com tanta formação da treta do IEFP, mas como pagam para andar nas formações mais vale caderno verde do IEFP do que enxada na mão. Vão mas é trabalhar malandros, para caixas de supermercado. ESTA BOCA É PARA OS FORMADORES DO IEFP, A MAMA NUNCA ACABA.
    manuel abreu | 28.03.2012 | 11.40Hver comentário denunciado
  • lool que palhaçada. já à muito tempo que é possivel ter cursos de formação para manter o subsidio. a diferença é que agora o governo dá dinheiro aos privados para esses cursos e antes isso não acontecia. basicamente, é mais dinheiro deitado ao lixo numa manobra de propaganda para aumentar a despesa em malandrice e tirar onde é preciso (educação, saúde e justiça. publicos, claro)
    a | 28.03.2012 | 08.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Isto com o "exame" . . . ! Da "4ª.Classe" . . . ! Vai resolver . . . ! As "imcompetências" . . . ! Das "malguinhas" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 28.03.2012 | 07.06Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE