PUBLICIDADE
Birmânia

Suu Kyi considera que eleições de domingo não são "verdadeiramente livres e justas"

30 | 03 | 2012   05.49H

A líder da oposição da Birmânia e Nobel da Paz Aung San Suu Kyi afirmou hoje que as legislativas parciais de domingo não são verdadeiramente democráticas, apontando irregularidades durante a campanha eleitoral.

"Não penso que possamos considerar que esta é uma eleição livre e justa se tivermos em conta o que observámos nos últimos meses", afirmou Suu Kyi em conferência de imprensa em Rangum.

O seu partido, a Liga Nacional para a Democracia, denunciou várias irregularidades, designadamente no que se refere às listas eleitorais, questões que ultrapassam o "que é aceitável numa eleição democrática", disse.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE