PUBLICIDADE
Birmânia

Partido de Suu Kyi boicotou sessão inaugural do Parlamento por discordar do juramento

23 | 04 | 2012   06.24H

Aung San Suu Kyi e os outros membros do seu partido eleitos deputados boicotaram hoje a sessão inaugural do Parlamento por discordarem do juramento, rejeitando, assim, os lugares conquistados nas eleições.

O partido de Suu Kyi, a Liga Nacional para a Democracia, discorda do juramento a que os deputados estão obrigados e que obriga a "salvaguardar" a Constituição redigida pela junta militar que governava o país e, entretanto, dissolvida, e pediu, sem sucesso, que as palavras fossem alteradas para "respeito" à Constituição.

O presidente birmanês, Thein Sein, afirmou hoje não ter qualquer intenção de alterar o juramento dos deputados, salientando que cabe a Suu Kyi decidir se ocupará ou não o seu lugar no Parlamento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE