Guiné-Bissau

Comando Militar diz que não haverá sanções por estar a cumprir exigências

01 | 05 | 2012   12.44H

O Comando Militar que tomou o poder na Guiné-Bissau desde 12 de abril diz hoje que não haverá sanções da comunidade internacional contra si e contra o país porque está já a cumprir com todas as exigências que foram apresentadas.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Comando Militar, o tenente-coronel Daba Na Walna disse que a CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) não vai aplicar sanções contra o Comando porque os militares estão a cumprir "todas as exigências" da organização africana.

De acordo com Na Walna, dos sete pontos que constam das exigências da CEDEAO apenas um ainda não mereceu um consenso entre os militares, a classe política e a sociedade civil guineense.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Está visto que . . . ! As "malguinhas" . . . ! Adoram "cachupa" . . . ! À "canhangulo" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 01.05.2012 | 21.21Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Esta cumando vai ter de mudar as baterias...senaum phodesse...rs
    Jeropiga | 01.05.2012 | 13.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Sons no Largo do Intendente