PUBLICIDADE
Malásia

Grupo de ex-prisioneiros do Iraque acusa soldados norte-americanos de torturas

08 | 05 | 2012   05.37H

Um grupo de ex-prisioneiros de guerra denunciou torturas sob custódia das tropas norte-americanas durante a guerra do Iraque, num julgamento simbólico em Kuala Lumpur, revela hoje a imprensa local.

A Comissão de Crimes de Guerra de Kuala Lumpur iniciou segunda-feira o "julgamento" do ex-presidente dos Estados Unidos George Bush, do ex-vice-presidente Dick Cheney e do ex-secretário da Defesa Donald Rumsfeld pelas torturas praticadas pelas tropas norte-americanas no Iraque.

Abbas Abid, uma das testemunhas, denunciou ter sido torturado por soldados dos Estados Unidos na base iraquiana de Al-Muthanna, sul do país, onde foi, explicou, golpeado e alvo de choques elétricos num período em que a sua mulher acabaria por perder dois bebés.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE