Coimbra

Mosteiro de Santa Clara-a-Nova "revela iminente colapso" -- presidente da CCDR

15 | 05 | 2012   20.33H

O Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, em Coimbra, edifício do século XVII classificado como monumento nacional, "revela iminente colapso", afirmou hoje à Lusa o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Norberto Pires.

"Basta um pequeno abalo ou um inverno mais complicado" para pôr em causa a estrutura do edifício e, naturalmente, "parte do seu recheio", alertou Norberto Pires, que falava depois de visitar o mosteiro. Durante a visita, que fez a convite da Confraria da Rainha Santa Isabel, instituição responsável pelo monumento, Norberto Pires foi "colocado perante uma realidade muito mais complicada do que aquela que esperava", confessou.

O estado de degradação do mosteiro, resultante, em grande medida, das "infiltrações de água" e da "falta de manutenção, durante décadas", exige uma intervenção imediata, no sentido de "estabilizar o edifício", intervenção que implicará um investimento da ordem de um milhão de euros, calculou o presidente da CCDRC.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Isso também se aplica ao resto do país ...
    anónimo | 16.05.2012 | 10.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE