França

Júri do Festival de Cinema de Cannes nega acusações de sexismo

17 | 05 | 2012   16.00H
No início da semana, um grupo de realizadores franceses enviou uma carta aberta aos organizadores do festival acusando-os de não reconhecerem o mérito das realizadoras. Andrea Arnold, realizadora britânica e membro do júri, reagiu às acusações dizendo que «odiaria que o meu filme fosse nomeado apenas por ser mulher, mas sim pelas razões certas».

Para Arnold, a falta de filmes realizados por mulheres reflecte o estado da indústria cinematográfica: «o mundo do cinema não há assim tantas realizadoras». De entre os filmes a concurso, quatro são realizados por mulheres: Fabienne Berthaud, Haiffa al Mansour, Catherine Corsini e Sylvie Vertheyde.

Para além de Andrea Arnold, também Diane Kruger faz parte do júri. A actriz alemã também reagiu aos protesto afirmando que sente que as «mulheres são bem-vindas em Cannes». O Festival de Cinema de Cannes, considerado um dos mais conceituados festivais de cinema, começou ontem com a exibição do filme Moonrise Kingdom, de Wes Anderson. No dia 27 de Maio, o júri irá revelar quem leva para casa a Palma de Ouro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE