Quénia

PM diz que explosão em centro comercial foi ato terrorista

28 | 05 | 2012   16.27H

O primeiro-ministro do Quénia, Raila Odinga, afirmou que a explosão ocorrida hoje num pequeno centro comercial em Nairobi, que causou 30 feridos, foi "um ato terrorista".

"Esses são atos de ódio. Nós somos ameaçados, mas não nos irão intimidar. (...) Permaneceremos unidos", declarou Odinga, que se deslocou ao local da explosão, apelando ainda ao reforço das forças de segurança no país.

O líder político referia-se à intervenção do exército queniano na Somália, que acontece desde outubro, com o objetivo de combater os integrantes do movimento islamita rebelde "shebab".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • eu ato tu atas ele ata. estão todos atados mentalmente por aqui?
    atador mor | 28.05.2012 | 19.43Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O Terrorismo foi uma das maiores invenções de sempre. Qualquer acidente que haja incluindo explosões, fogos e afins não previstos, é um ataque terrorista. Talvez a manutenção das condutas de gás, ou outras, não tivessem a inspecção em dia. Digo eu.
    Zé Pedro Choi | 28.05.2012 | 16.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE