PUBLICIDADE
Maomé/Filme

Grupo islâmico reivindicou atentado suicida no Afeganistão como vingança pelo vídeo

18 | 09 | 2012   06.37H

Um grupo militante islâmico reivindicou a autoria do atentado suicida ocorrido hoje perto do aeroporto internacional de Cabul, justificando-o como uma vingança pelo filme que ridiculariza o profeta Maomé, indicou um porta-voz.

O atentado causou a morte de 12 civis, incluindo nove estrangeiros, segundo o último balanço nas agências estrangeiras.

A autoria do ataque foi atribuída ao grupo designado Hezb-e-Islami liderado pelo antigo combatente Gulbuddin Hekmatyar, num correio electrónico enviado à Associated Press pelo porta-voz Haroon Zarghhon.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE