PUBLICIDADE
Actualidade

Primeiro-ministro do Mali apresenta demissão, horas depois de ter sido detido por militares

11 | 12 | 2012   05.07H

O primeiro-ministro do Mali apresentou a sua demissão, num ato transmitido, esta madrugada, pela televisão nacional, horas depois de ter sido detido, na sua residência, por militares liderados pelo autor do golpe de Estado.

"Homens e mulheres preocupados com o futuro da nossa nação, vivemos na esperança de alcançar a paz. É por essa razão que eu, Cheikh Modibo Diarra, estou a resignar ao cargo com todo o meu governo", afirmou o primeiro-ministro no seu discurso, citado pelas agências internacionais, sem especificar os motivos por detrás da sua decisão.

Fontes da polícia e dos serviços de informação do Mali, citadas pela agência norte-americana AP e que falaram sob a condição de anonimato, confirmaram que um grupo de soldados leais ao capitão Amadou Haya Sanogo, o líder do golpe de Estado de março, prendeu Diarra na sua residência levando-o depois para a sua base militar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Que remédio teve ele. Ou isso, ou...
    João | 11.12.2012 | 18.58Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE