PUBLICIDADE
Actualidade

Pyongyang ameaça retirar os 53 mil trabalhadores norte-coreanos do complexo de Kaesong

04 | 04 | 2013   05.16H

A Coreia do Norte ameaçou hoje retirar os seus 53 mil trabalhadores e encerrar o complexo industrial de Kaesong, um dia depois de ter iniciado um bloqueio aos funcionários sul-coreanos.

Um porta-voz do comité estatal norte-coreano para a Reunificação Pacífica da Coreia afirmou estar a reagir às declarações proferidas, esta quarta-feira, pelo ministro da Defesa sul-coreano que informou possuir um plano de contingência "militar" delineado para garantir a segurança dos sul-coreanos que trabalham no complexo.

"Se as 'marionetas' sul-coreanas e meios de comunicação conservadores continuarem a denegrir-nos, iremos ordenar a todos os nossos trabalhadores que abandonem Kaesong", advertiu o porta-voz, citado pela agência oficial norte-coreana KCNA.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE