PUBLICIDADE
Actualidade

Guarda prisional condenado a 6 anos e seis meses de prisão por assalto a empresa de Sintra

27 | 11 | 2013   11.44H

O Tribunal de Sintra condenou hoje um guarda prisional a seis anos e seis meses de prisão por crimes de posse de arma e de roubo qualificado às instalações da empresa Vigor, em São João das Lampas.

O coletivo de juízes condenou ainda a companheira do guarda a cinco anos e 10 meses de prisão.

O guarda prisional estava acusado de ter assaltado uma empresa de laticínios, contando com a colaboração da companheira, que trabalhava na empresa, para aceder às instalações da firma, de onde roubou cerca de dez mil euros que se encontravam num cofre, depois de ameaçar os funcionários com uma arma de fogo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • É verdade . . . ! Uma "malguinha" . . . ! Com "porte de arma" . . . ! É um perigo "público" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 27.11.2013 | 14.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Seria uma boa altura para u justiça aplicar uma pena exemplar mas, o que se pode esperar desta justiça agonizante ?
    vilela | 27.11.2013 | 12.44Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não deve ser a pena máxima, penso eu. Se não é, está mal. Aos agentes policiais, judiciais etc ... não pode haver desculpas, nem antecedentes de bom comportamento. A mão a ser dura, tem e deve ser com estes ,que gozam do privilégios de poderem exercer a violência e a prepotência, logo há que ser duro com eles.
    Cidadão | 27.11.2013 | 12.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE