PUBLICIDADE
Estradas

Observatório preocupado com «lençóis de água»

22 | 12 | 2008   10.28H

O Observatório de Segurança de Estradas denuncia que a lei não está a ser cumprida. Este organismo fez um estudo e concluiu que das vias que foram analisadas nenhuma delas foi construída de acordo com as regras previstas na legislação para evitar os lençóis de água que todos os anos estão na origem de vários acidentes.

O observatório vai enviar estas conclusões para o Ministério das Obras Públicas. Em causa, estão sete vias: a CRIL, a A5, A8, A5, A2, A12, IP 7, IC32.

Todas apresentaram falta de sistema de drenagem para evitar a acumulação de água, o que poderá levar a situações de «aquaplaning». Nuno Salpico adianta que estas falhas acontecem em zonas que tornam a condução muito perigosa, nomeadamente depois das curvas, «em que a rotação do pavimento adquire uma plataforma onde se acumula água».

Nestes locais as linhas de água chegam a ter mais de 100 metros de extensão, quando não deveriam ultrapassar três a cinco metros. Nestas situações não basta que quem conduz reduza a velocidade.

«O limite máximo é 120 quilómetros, ora as pessoas se está uma chuva fraca, vão reduzir até 110, 100 ou até 90, digo-lhe que não chega», salienta Nuno Salpico.

Este responsável diz que a solução para este problema é económica e simples: «Localização adequada de drenos, de rachas, no pavimento que permitissem escoar a água das chuvas quando ela acontece».

Junto do Ministério das Obras Públicas, a TSF vai procurar agora uma resposta a estas acusações do Observatório de Segurança de Estradas.

Foto: 123RF
123RF | © 123RF

7 comentários

  • Pois é, a maioria dos acidentes, podem crer, é causada por deficiências estruturais das vias. Constrói-se mal e a fiscalização não existe ou não actua como deveria. Não se trata só do problema dos lencóis de água. Este é mais um entre tantos: má sinalização; mau estado do piso; inclinação das curvas ao contrário; desenho dos traçados (curvas, inclinação)... Como no resto, o país anda à deriva e todos comem da mesma pia. Por último, a culpa recai sempre sobre os condutores com os velhos argumentos: imprudência, excesso de velocidade, álcool... TENHAM VERGONHA!
    CONDUTOR CUIDADOSO | 26.12.2008 | 16.37Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A coisa só lá vai enrolando aos responsáveis pelos pontos negros rodoviários em processos judiciais !
    Manuel Silva | 22.12.2008 | 22.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • É urgente um novo Código da Estrada que não só penalize os condutores como também penalize os responsáveis pelos pontos negros rodoviários, ou será que Portugal é uma república de bananas?
    Manuel Silva | 22.12.2008 | 21.59Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Se os responsáveis fossem os condutores seriam rapidamente julgados e severamente penalizados pela justiça e pelos Órgãos da Comunicação Social, mas os responsáveis pelos pontos negros rodoviários que têm estado na origem de milhares de mortos e estropiados continuam a sorrir com sentimentos de impuniddade! Até quando????
    Manuel Silva | 22.12.2008 | 21.56Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Falta a via do Infante (A22). Que além de lençóis de água, tem lixo ( pedras, gravilha etc) A situação foi reportada aos responsáveis,,,ficou tudo em águas de bacalhau...por isso cuidado com os pára-brisas partidos devido à projecção de pedras na Via do Infante, pedras que se acumulam sobretudo junto ao separador central.
    Antunes de Almeida | 22.12.2008 | 18.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Pertinente, JONH DOO! Muito bem!
    inspecionem | 22.12.2008 | 17.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Convido o senhor Nuno Salpico a visitar as obras de alargamento do IC 19. Ele há de tudo para todos os gostos, mas ressalvo um caso que para mim é o favorito. Veja a passagem desnivelada que está a ser feita junto do terreno onde se faz a actual feira do Cacém e verifique se esta comporta ou não um sistema de drenagem para evitar a acumulação de água. Repare que ainda não está acabada, mas quando estiver, vai parecer uma pista de aterragem oval do tipo “Star Treek” susceptível de entrar no próximo filme da saga. Veja a curva da estrada que está a ser construída logo por debaixo do viaduto (do lado da feira) que poderia ser direita e plana, e ao invés, os senhores “ingenheiros” mandaram colocaram um monte de terra e estão a fazer uma curva em “S” de acesso ao IC19. Provavelmente são “ingenheiros” ingleses e falam: Yes! Yes!, e os empreiteiros pensam: “á em “S”! - ok, faça-se como o senhor “ingenheiro” inglês diz”.
    Jonh Doo | 22.12.2008 | 14.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE