Agricultura

Ministros da UE dão luz verde definitiva à nova política agrícola comum

16 | 12 | 2013   13.55H

Os ministros da Agricultura da União Europeia (UE) adotaram hoje formalmente a reforma da política agrícola comum (PAC), pondo fim a um longo processo negocial que envolveu, pela primeira vez nesta matéria, as três instituições europeias.

Com a luz verde dos 28 estados-membros, a nova PAC irá vigorar entre 2014 e 2020, com um orçamento de 408,31 mil milhões de euros, dos quais 312,73 mil milhões (76,6%) se destinam ao primeiro pilar (pagamentos diretos e organização do mercado e 95,58 mil milhões ao segundo pilar (desenvolvimento rural).

Em preparação desde 2009, a reforma da PAC envolveu, pela primeira vez, o Parlamento Europeu, tendo o eurodeputado socialista Luís Capoulas Santos sido o responsável pelas negociações dos dois principais textos legislativos, incluindo o dos pagamentos diretos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: PAULO CUNHA / LUSA
Ministros da UE dão luz verde definitiva à nova política agrícola comum | © PAULO CUNHA / LUSA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE