PUBLICIDADE
Japão

Dirigentes da federação japonesa de golfe demitiram-se por ligações à máfia

19 | 12 | 2013   05.22H

Os dirigentes da Associação de Golfistas Profissionais do Japão demitiram-se em bloco depois da revelação de que dois deles jogaram e jantaram várias vezes com um chefe da máfia japonesa, a yakuza, informou hoje a imprensa local.

De acordo com a agência noticiosa Jiji, os 91 membros da direção da federação, incluindo o presidente Shizuo Mori, decidiram demitir-se depois da revelação de que, entre março e junho, o vice-presidente e o diretor jogaram golfe e jantaram com um grande chefe da máfia de Kyushu.

Os dois homens foram afastados da federação em outubro, uma vez que ela proíbe os seus membros de terem ligações com membros da máfia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE