PUBLICIDADE
EUA

Supremo Tribunal ordenou adiamento de parte da reforma da Saúde

01 | 01 | 2014   05.31H

A juíza do Supremo Tribunal dos Estados Unidos, Sonia Sotomayor, ordenou na terça-feira o adiamento da aplicação de uma parte da reforma da Saúde a pedido de um grupo de organizações católicas.

A decisão da juíza bloqueia a aplicação às organizações religiosas da obrigação, prevista na nova lei, de proporcionarem aos seus funcionários planos de seguros de saúde que incluam meios de controlo da natalidade.

Sotomayor deu ao Governo até sexta-feira para responder à sua decisão de adiar a implementação desta parte da reforma, que entra hoje em vigor nos Estados Unidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:

1 comentário

  • 01.01.2014 | 16.36Hcomentário reprovado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE