Efeméride

Único atentado contra o ditador Oliveira Salazar foi há 70 anos

04 | 07 | 2007   10.30H

Entre os mentores do atentado encontrava-se Emídio Santana, que nesse dia cumpria 31 anos. Santana era um militante histórico do anarco-sindicalismo, precursor do movimento em Portugal, co-fundador do Sindicato Nacional dos Metalúrgicos e director do jornal A Batalha, após o 25 de Abril de 1974.

Nas "Memórias dum Militante Anarco-sindicalista", redigidas durante os anos de prisão, Emídio Santana escreveu: "Se Salazar se sentia autorizado a comprometer o país no conflito espanhol, nós, cidadãos portugueses, na legitimidade dos nossos direitos, tínhamos o dever de opor-nos à vilania da agressão".

Na altura, Espanha batia-se na Guerra Civil, Salazar garantia apoio às forças de Francisco Franco e as patrulhas militares faziam da raia portuguesa uma barreira para os anti-fascistas em busca de refúgio.

Após o atentado, as medidas de segurança intensificaram-se em redor do ditador português e o Buick em que costumava deslocar-se foi substituído por um Chrysler Imperial blindado.

Este Chrysler daria lugar ao Mercedes Grosser, oferecido pelo líder nazi Adolf Hitler, seguindo-se o Cadillac 75, comprado ao produtor norte-americano no final da II Guerra Mundial, que Salazar usou de 1947 até à morte, em 1970.

Adquirido pela PIDE, o Chrysler Imperial acabaria por ser usado na fuga de Caxias de 1961, pelos militantes do PCP Domingos Abrantes, António Gervásio, Guilherme de Carvalho, Ilídio Esteves, José Magro, Francisco Miguel, Rolando Verdial e António Tereso.

O automóvel mantém as marcas das balas e integra a colecção do Museu do Caramulo.

Com Lusa

1 comentário

  • Na verdade o mercedes não foi presente de Hitler mas sim comprado directamente à Mercedes-Portugal. Deveriam confirmar primeiro os factos, antes de os publicar e, desta forma, apresentar dados incorrectos aos leitores.
    Diana Pinto | 30.09.2013 | 00.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE