PUBLICIDADE
Guarda

Agricultores pedem ao Governo que anule as alterações fiscais

22 | 01 | 2014   12.19H

A Associação Distrital de Agricultores da Guarda (ADAG) apelou hoje ao Governo que proceda à "imediata anulação" das novas exigências fiscais, por estar em causa o futuro da agricultura familiar.

"Ao ir por diante esta lei, é a última machadada. Os anteriores governos puseram a agricultura moribunda e estes senhores deste Governo vêm fazer o funeral", disse à agência Lusa o presidente da ADAG, António Machado, durante a realização de uma manifestação em frente das instalações da Segurança Social, na Guarda.

Todos os agricultores com atividade comercial, para além do pagamento da prestação mensal para a Segurança Social, vão passar a ser obrigados a declarar o início de atividade e têm de passar fatura de todas as transações comerciais, terminando o prazo de inscrição nas Finanças no dia 31 de janeiro.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:

1 comentário

  • Eis, o país . . . ! De "malguinhas" . . . ! No seu "esplendor" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 22.01.2014 | 14.25Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE