PUBLICIDADE
Actualidade

Autoridades da Venezuela acusam comerciantes de provocar inflação

29 | 01 | 2014   04.36H

O ex-presidente do Instituto para a Defesa das Pessoas no Acesso a Bens e Serviços (Indepabis), Eduardo Samán, acusou hoje os comerciantes da Venezuela de provocarem a alta inflação que se regista no país ao aumentarem injustificadamente os preços.

"Se eles não tivessem essa prática de aumentos injustificados, a inflação não existia (...) a inflação é o resultado das alterações dos preços ", disse.

Numa entrevista ao canal televisivo de notícias Globovisión, Eduardo Samán explicou que a especulação é uma consequência do capitalismo, que fixa os preços dos bens segundo o valor que as pessoas estejam na disposição de pagar por eles.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE