PUBLICIDADE
Actualidade

Ex-candidato venezuelano desvincula-se de ações de grupo da oposição

06 | 02 | 2014   05.03H

O ex-candidato da oposição Henrique Capriles Radonski desvinculou-se hoje de um grupo de opositores que convocou ações de rua, incluindo uma marcha para pedir a renúncia do Presidente Nicolás Maduro, por não acreditar em saídas violentas ou golpes de Estado.

"Não vamos participar nisso (...) a nossa agenda é social, a saída é social. Não acreditamos nem em saídas violentas, nem em saídas por golpes de Estado", disse o ex-candidato à presidência da Venezuela.

Capriles Radonski, que é atualmente governador do Estado venezuelano de Miranda, falava durante um encontro com cidadãos, durante o qual sublinhou que os convocadores são um setor da oposição que atua à margem da coligação opositora Mesa de Unidade Democrática.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE