PUBLICIDADE
Actualidade

Informação de satélites reforça tese de que avião voou mais cinco horas

14 | 03 | 2014   04.19H

Os satélites de comunicação receberam transmissões breves ('pings') e intermitentes do avião da Malaysia Airlines durante quatro ou cinco horas depois de desaparecer do radar, informou, esta quinta-feira, o Wall Street Journal.

Segundo os investigadores norte-americanos consultados pelo diário, o último 'ping' enviado do avião para um dos satélites operados pelo Inmarsat foi emitido a partir de uma altitude "normal" de voo, o que evidencia que, pelo menos, neste momento, estava intacto.

O Wall Street Journal foi o primeiro meio de comunicação social a apontar, esta noite, que o avião pode ter continuado a voar durante horas depois de perder o sinal, uma informação que sustentou, nessa altura, com os dados enviados automaticamente pelos motores do Boeing 777-200, fabricados pela Rolls-Royce.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE