Saúde

Tensão social e política está a deteriorar saúde mental dos venezuelanos

15 | 04 | 2014   06.56H

A Federação de Psicólogos da Venezuela (FPV) emitiu hoje um alerta em que salienta que a crise e tensão política no país está a deteriorar a saúde mental dos venezuelanos.

"A crise política está a provocar uma deterioração da saúde mental de quem vivem neste país. Isto é visível é expresso num estado geral de desassossego, frustração, tensão e em outras alterações, como a violência na ação ou no discurso", refere um comunicado da FPV.

Por outro lado, acrescenta a nota, a "reação das pessoas é fruto de um ódio que tem prejudicado o tecido social, desarticulando relações interpessoais, familiares, sociais e alterando a emotividade e a racionalidade individual e coletiva".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE