Segurança

GNR de Vila Real foi à missa para sensibilizar contra os incêndios

14 | 05 | 2014   07.09H

Algumas igrejas serviram de palco para a operação "Proteger a Floresta 2014" que a GNR de Vila Real realizou durante dois meses para sensibilizar a população e reduzir o número de incêndios no distrito.

A operação lançada pela GNR de Vila Real termina hoje, depois de os militares terem passado por escolas, juntas, associações de agricultores e também igrejas, sempre a insistir na mensagem que é preciso ter o "máximo de cuidado quando se utiliza o fogo".

Para conseguir chegar ao maior número de pessoas, os militares pediram a colaboração da igreja e, no final de algumas celebrações religiosas, o primeiro-sargento João Mendes, chefe do Núcleo de Proteção do Ambiente de Vila Real, subiu ao ambão, o local de onde se fazem as leituras, para falar ao povo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:

3 comentários

  • Eis, o país . . . ! De "malguinhas" . . . ! No seu "esplendor" . . . ! ! !
    alexandre barreira | 14.05.2014 | 12.54Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Acabe-se com o amadorismo que mata e destrói! Melhor seria a GNR sensibilizar o Governo para que a ANPC, os bombeiros sapadores, os bombeiros municipais e os bombeiros voluntários fossem ser integrados sob o comando das Forças Armadas que com os seu próprios meios militares, humanos e materiais, constituiriam uma força poderosa, disciplinada e organizada capaz de fazer frente a catástrofes naturais, fogos florestais e outros graves sinistros!
    Manueel Peñascoso | 14.05.2014 | 09.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Como acontece pelo menos em frança, Senão qualquer dia não há dinheiro para substituir os sofás
    Exército na rua e nas matas já | 14.05.2014 | 07.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE