Religião

Número de padres que deixam a Igreja para casar está a aumentar em Portugal

03 | 06 | 2014   07.28H

Os padres que deixam o sacerdócio para casar está aumentar em Portugal, ultrapassando já os 400, segundo o movimento Associação Fraternitas, que está preocupado com o abandono repentino e o corte definitivo com a Igreja de alguns sacerdotes.

"Tem vindo a aumentar o número de padres que pediram a dispensa. Os números andam acima dos 400", disse à agência Lusa Fernando Félix Pereira, presidente do movimento Associação Fraternitas, que congrega e apoia padres que pediram a dispensa do sacerdócio, quer seja para casar ou não.

Fernando Félix Ferreira, de 44 anos, pediu em 2000 dispensa do sacerdócio para casar, num processo que durou cerca de ano e meio e foi acompanhado por um padre jesuíta.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE