PUBLICIDADE
Actualidade

Derrocada na ilha Pico desaloja 31 pessoas, zona continua muito instável

13 | 06 | 2014   16.32H

Mais de trinta pessoas ficaram hoje desalojadas, na ilha do Pico, nos Açores, na sequência de uma derrocada de grandes dimensões na encosta de São Miguel Arcanjo, zona que continua "muito instável" e onde a circulação está interdita.

O presidente da Câmara Municipal de São Roque do Pico, Mark Anthony Silveira, acrescentou, em declarações à Lusa, que 31 pessoas foram retiradas das suas casas, por estarem em risco "nove habitações, uma delas pertencente a cidadãos estrangeiros que apenas passam férias na ilha".

"Estas habitações não poderão ser habitadas. As pessoas foram todas evacuadas a seu tempo. Algumas foram para casa de familiares e outras para o quartel dos bombeiros e estão a ser acompanhadas pelo gabinete de ação social da câmara municipal e pelos serviços da Secretaria Regional da Solidariedade Social [do Governo dos Açores], para que o realojamento seja feito o mais rápido possível", indicou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE