Teste

Novo Qashqai moderno, poupado e espaçoso

01 | 07 | 2014   23.04H

Testámos o novo Nissan Qashqai ao longo de algumas centenas de quilómetros e ficámos surpreendidos pelo conforto e pelos consumos baixos, num SUV que cresceu em tamanho.

João Tomé | jtome@destak.pt

A Nissan reformulou este ano a sua coqueluche, o Qashqai, para um SUV mais moderno, espaçoso e poupado. Mas os fiéis adeptos da primeira geração do Qashqai, o modelo que celebrizou desde 2007 os SUV compactos, podem ver demasiadas diferenças no aspeto estético, mais perto dos rivais Kia Sportage e Hyundai ix35 e menos “único”.

Ainda assim, as linhas modernas, elegantes (ao estilo coupé) e a evolução qualitativa são argumentos muito fortes.

O aumento de dimensões permite ter mais espaço na globalidade e o interior está bem mais cuidado, confortável e moderno (continuamos a não ser fãs dos plásticos do volante).

Numa altura onde os concorrentes são a perder de vista – onde estão Skoda Yeti, Mazda CX-5, entre outros –, a suspensão confortável e o equilíbrio nas curvas surpreende num automóvel que cresceu em dimensões e está mais robusto. A insonorização melhorou (só que ainda não é perfeita), mas o que surpreende são os consumos.

Ao longo de centenas de quilómetros ficámos surpreendidos com o motor 1.5 Diesel de 110 CV, com boas respostas e consumo que numa condução normal (sem preocupações de 'maior')  ronda com facilidade os 5l/100 km.

Mesmo quando colocámos à prova o novo Qashqai nas serras junto a São Pedro do Sul (Viseu), até alto de São Macário ou na 'dura' subida repleta de curvas no regresso da pitoresta aldeia da Pena (com belas casas de xisto), o motor 1.5 'safou-se' bem e com distinção.

A bem conseguida suspensão ajuda a absorver as irregularidades do piso mais degradado, dando mais atributos de fora de estrada ao novo Qashqai do que o antigo tinha (continua a não ser um todo o terreno, naturalmente).

Outro dos trunfos é o preço, desde 26 mil euros nesta versão (este verão vai chegar a versão 1.2 com preço base de 23.300 euros).

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Novo Qashqai moderno, poupado e espaçoso | © DR

1 comentário

  • Um pseudo jeep com motor de clio, não é grande coisa. A malta vai lá pela aparência é bonitinho e vende, mas quem percebe de automóveis nunca compra um carro destes.
    Vitor Pereira | 17.07.2014 | 17.16Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE