PUBLICIDADE
Canadá

Mãe do atirador de Otava chora pelas vítimas e não pelo filho

23 | 10 | 2014   16.29H

A mãe do atirador que ontem invadiu o Parlamento canadiano, em Otava, afirmou que tem chorado pelas vítimas e não pelo filho, que foi abatido por Kevin Vickers, guarda do parlamento.

Numa conversa telefónica, Susan Bibeau, mãe de Michael Zehaf-Bibeau, mostrou-se desconsolada e sem saber o que dizer às vitimas do ataque. «Consegues explicar uma coisa como esta? Pedimos desculpa.»

Recorde-se que Michael Zehaf-Bibeau invadiu o Parlamento do Canadá, depois de atirar sobre Nathan Cirillo, um militar que estava de serviço no exterior, junto ao Memorial da Guerra, e que acabou por falecer.

No meio dos tiroteios, mais dois soldados ficaram feridos antes de Kevin Vickers ter disparado mortalmente sobre Zehaf-Bibeau, que se pensava ter ligações a grupos radicais.

Destak | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
Foto: EPA
Mãe do atirador de Otava chora pelas vítimas e não pelo filho | © EPA

2 comentários

  • Caramba....o Canadá nunca foi notícia......e foi preciso a piolheira lá do sítio...ser atacada....para se saber que....afinal....existe o.........Canadá...................!!!!!!
    PIOLHOSO | 24.10.2014 | 17.48Hver comentário denunciado
  • Não sou praticante de yoga, Nem sequer percebo como consegue uma pessoa levitar e passar a ser apenas espectador das dores morais que se passam neste planeta. Porem, já aconteceu comigo, sentir que levitava no espaço, frente á terra, e dei comigo a entender, que no fundo todos somos vitimas, no mundo que temos. Pode esta mãe, chorar pelo seu filho tambem, porque não lhe fica mal. Tambem ele foi vitima do sistema que nos escraviza, e que nos faz praticar actos, aparentemente injustificaveis.
    Alberto Sousa | 24.10.2014 | 09.27Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE