PUBLICIDADE
Ambiente

Contribuintes têm de pagar impostos quer gostem ou não

19 | 11 | 2014   14.44H

O ministro do Ambiente rejeitou hoje os "estados de alma" da REN e da Galp que as levam a recusar pagar a contribuição extraordinária, dizendo que os contribuintes têm de pagar impostos "independentemente de gostarem ou não".

"Eu estou obviamente em total desacordo com a decisão que essas empresas tomaram, mas aqui não existem estados de alma. Quem paga IRS e quem paga IRC tem de honrar os seus compromissos independentemente de poder gostar ou não gostar de um determinado imposto", afirmou Jorge Moreira da Silva.

O ministro respondia assim a uma interpelação colocada pelo PS na audição conjunta das comissões parlamentares de Finanças, de Economia e de Ambiente sobre a reforma da 'Fiscalidade Verde', quanto à recusa de pagamento da contribuição extraordinária sobre o setor energético relativa a 2014 pela REN e pela Galp Energia, num valor conjunto de cerca de 60 milhões de euros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:

1 comentário

  • Fantástico! Os portugueses já se esqueceram de quem criou contratos aberrantes, beneficiando os poderosos e "espremendo" os fracos! Leiam "COMO O ESTADO GASTA O NOSSO DINHEIRO" DO juiz jubilado Carlos Moreno. Já agora, leiam o apelo que ele faz para criar um TRIBUNAL DE CONTAS independente e com poderes - como nos países desenvolvidos!
    Cândido Morais | 19.11.2014 | 15.09Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE