PUBLICIDADE
Actualidade

Greve na TAP é inoportuna e privatização seguirá o seu rumo -- porta-voz do PSD

16 | 12 | 2014   02.25H

O porta-voz do PSD considerou hoje que a greve convocada pelos sindicatos da TAP para entre 27 e 30 de dezembro é inoportuna e que a privatização da empresa decidida pelo Governo seguirá o seu rumo.

"É sabido que o Governo já tomou a decisão de privatizar a TAP, é uma decisão que consta do Programa do Governo e que, portanto, não constitui nenhuma surpresa, e que seguramente será mantida e que seguirá o seu rumo", afirmou Marco António Costa aos jornalistas, a meio da reunião do Conselho Nacional do PSD, num hotel de Lisboa.

O porta-voz e coordenador da Comissão Política Nacional do PSD ressalvou que a greve "é um direito que assiste aos trabalhadores", acrescentando: "Temos de o respeitar. Não quer dizer que possamos concordar com o 'timing' e com a escolha desse momento para realizarem a greve. Não é oportuna".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Como se sabe, quer os trabalhadores, quer todos os partidos da oposição, incluindo o PS, são contra a privatização da TAP, por isso não se compreende qual o motivo da teimosia deste governo em privatizar apressadamente a Empresa contra tudo e contra todos, mais a mais, sabendo de antemão que irá perder as próximas eleições. Só vejo uma explicação para um governo que já deveria estar a "arrumar as malas". Será que este governo quer deixar mais esta privatização como uma herança diabólica para quem vier a seguir? Não lhe chega outras decisões ruinosas que todos iremos pagar logo que haja decisões dos Tribunais, como a indemnizar os lezados do BANCO MAU por erro grosseiro da divisão do Banco Espírito Santo (BES) em dois e a venda apressada do NOVO BANCO, impossibilitando a correção do erro?
    zé da burra o Alentejano | 17.12.2014 | 17.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • É impossivel com este desgoverno
    entendimento | 16.12.2014 | 08.18Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE