Violência

Raditáxis abrirá inquérito disciplinar após receber queixa por agressão

17 | 12 | 2014   11.25H

O diretor da Raditáxis do Porto, Mário Ferreira, afirmou hoje que, assim que der entrada na central a queixa da jovem que diz ter sido vítima de agressão por um taxista no Porto, será aberto um inquérito disciplinar.

"Até ao momento ainda não recebemos nada, mas vamos abrir um inquérito se a queixa chegar", afirmou, em declarações à Lusa, Mário Ferreira.

Segundo o responsável pela central de táxis, na sequência da abertura do inquérito, o motorista poderá ser suspenso ou expulso das comunicações via rádio, mas "tudo depende do que tiver para contar".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
Saiba mais sobre:
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE