Estudo Ernst & Young

Lisboa e Norte mais atrativos ao investimento estrangeiro

18 | 12 | 2014   11.25H

Quase sete em cada dez empresas estrangeiras (67%) inquiridas pela EY no âmbito de um relatório sobre a atratividade de Portugal a investimentos externos consideram que o nosso país vai ser mais apelativo nos próximos três anos, o que representa o melhor resultado da última década. Recorde-se que em 2013 essa percentagem não ia além dos 58% e em 2011 se fixava nos 37%.

Patrícia Susano Ferreira | pferreira@destak.pt

A atratividade de Portugal também se confirma nas intenções de investimento, com 27% das empresas a planearem avançar com projetos a curto prazo e com 91% das empresas já presentes no País a preverem a sua permanência na próxima década.

De salientar que 85% dos inquiridos acreditam que Portugal vai sair da crise no prazo de cinco anos, sendo as regiões de Lisboa (38%) e Norte (31%) as mais atrativas ao investimento estrangeiro e o Turismo a área com mais potencial de crescimento.

Prioridade: reduzir impostos

No entanto, e apesar das perspetivas positivas, os novos projetos diminuíram no ano passado para 38, menos oito que em 2012. Para quase metade dos inquiridos, reduzir a carga fiscal seria a medida mais importante para tornar o País mais atrativo.

Saiba mais sobre:
Foto: MARIA JOÃO SERRA/DESTAK
Lisboa e Norte mais atrativos ao investimento estrangeiro | © MARIA JOÃO SERRA/DESTAK
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE