Actualidade

China vai indemnizar pais de jovem executado por erro com 265 mil euros

31 | 12 | 2014   04.43H

Um tribunal chinês anunciou hoje que vai pagar uma indemnização superior a dois milhões de yuan (265 mil euros) aos pais de um adolescente executado por erro da justiça pelos crimes de homicídio e violação há 18 anos.

Hugjiltu, de etnia mongol, condenado e executado em 1996, aos 18 anos, foi considerado inocente em meados deste mês por um tribunal da Mongólia Interior, nove anos depois de uma outra pessoa ter confessado a autoria do crime, num caso que colocou em evidência as falhas no sistema judiciário da China.

O tribunal, que ilibou o jovem ao concluir existirem "provas insuficientes", informou hoje, através da Internet, que os seus pais vão receber 2,059,621.40 yuan, mas sem explicar como calculou valor tão preciso.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE