Actualidade

Presidente chinês pede investigação imediata a debandada que fez 35 mortos em Xangai

01 | 01 | 2015   03.04H

O Presidente chinês, Xi Jinping, pediu hoje uma investigação imediata para apurar as causas da debandada ocorrida durante as celebrações do Ano Novo, na cidade de Xangai, que resultou em pelo menos 35 mortos, informou a agência Xinhua.

O incidente ocorreu na lotada zona do "Bund", a famosa marginal neoclássica de Xangai, cerca de meia hora antes da viragem do ano, de acordo com a agência oficial chinesa.

Segundo o mais recente balanço oficial, além das 35 vítimas mortais, foram sinalizados 42 feridos, transportados para pelo menos três hospitais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE