Estreia

Abelha Maia da TV para o cinema

08 | 01 | 2015   13.01H

Abelha Maia volta em filme 30 anos depois da animação ter vindo até Portugal. Falámos com Nicolau Breyner e Margarida Vila-Nova, que participaram na dobragem do filme feito a pensar no público mais jovem. 

João Tomé | jtome@destak.pt

Nasceu em 1912 a partir da criatividade do alemão Waldemar Bonsels e mais de 100 anos depois do livro original ter sido lançado continua na moda.

A Abelha Maia é protagonista esta semana na animação de Alexs Stadermann (especialista em efeitos especiais ligado à Disney) que transporta para o cinema as aventuras da abelhinha que brilhou desde os anos 1970 (em Portugal chegou nos anos 80).

Margarida Vila-Nova deu voz na versão portuguesa do filmes a Cassandra, uma professora dedicada. A atriz disse ao Destak que a dobragem foi «um processo novo» e um «bom desafio» «trabalhar um personagem sem recorrer aos recursos» que utiliza normalmente.

Margarida admite que «as personagens mais importantes são sempre as últimas» e, por isso: «quero que a Cassandra seja bem recebida e a Leonor [a novela Mar Salgado] continue a ser um desafio». O próximo projeto passa por Macau onde vai filmar o filme Cliche de Ivo M. Ferreira.

O gafalhoto Nicolau
Nicolau Breyner emprestou a voz à personagem Flip.O ator explicou-nos que o ‘seu’ gafalhoto «é um bonacheirão» «que tenta sempre ajudar a Abelha Maia que pretende integrar-se num mundo que não conhece».

O trabalho de dobragem a que está habituado «foi interessante e divertido» e o facto de ter de cantar só foi estreia em filme.

Experiente como ator e realizador, Breyner admite que se tivesse de optar preferia realizar e aos 74 anos admite não querer a reforma. Este ano vai realizar o filme 7 Pecados Rurais II.

Saiba mais sobre:
Foto: DR
Abelha Maia da TV para o cinema | © DR
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE